Recuperar para reutilizar

Para o projeto Eco-Escolas nós, formandos do curso Operador Gráfico de Acabamentos, estamos este ano a recuperar os livros da biblioteca da CERCICA e dossiers antigos.

Os dossiers e livros estragados estão a ficar outra vez bons para os nossos colegas usarem.

Os livros e dossiers são feitos de papel.

Para fazer papel são cortadas todos os anos muitas árvores.

Com o apoio da professora Filipa e do formador José, que nos ensinou o restauro de livros, ajudamos a floresta.

Advertisement

Da horta para a Mesa

No dia 3 de Junho, a turma 2B5, do Curso de Pastelaria e Panificação da CERCICA, foi até à Escola Média de Hotelaria do Estoril, fazer uma visita às instalações e participar na atividade em conjunto com os alunos finalistas do 3.º ano de Cozinha, com o tema «Da horta para a mesa».

Esta atividade teve como objetivo, fazer receitas saudáveis.

Usámos nas receitas muitos legumes biológicos produzidos na CERCICA.

Preparámos e confeccionámos os seguintes pratos:

  • Salada com tomate, pepino, pimentos;
  • Sopa de legumes, com Cebola, alho francês, cenoura, abóbora e espinafres;
  • Frango grelhado (marinado com sumo de limão e orégãos);
  • Batata doce, brócolos e cenoura,  assada no forno;
  • Beringela assada com vinagrete.

Comendo comida sem pesticidas e produzida perto de nós ajudamos a preservar o ambiente.

Voluntariado On-line – Uma nova experiência!

No dia 27 de maio, tivemos uma experiência nova.
Fizemos voluntariado on-line.

Como não podemos receber voluntários na CERCICA,
realizamos a sessão de voluntariado on-line.

Já tínhamos tido muitas sessões on-line durante a quarentena.
Foi nas sessões online que falamos com os colegas.

Desta vez foi diferente, estivemos a conversar com
3 colaboradores do grupo Marsh McLennan.

O tema foi o mundo das profissões e a importância do trabalho.

Também falamos de outros assuntos, como:

– o que gostamos de fazer na CERCICA;
– viagens que já fizemos;

– o que gostamos de fazer nos tempos livres.

Foi um momento de partilha que gostamos muito.
Obrigado aos 3 voluntários que estiveram connosco
para uma manhã diferente.

Questionário de satisfação

Foram mais de 100 as atividades e terapias online

que aconteceram durante o confinamento.

Foi um grande desafio para todos!

De um dia para o outro tivemos que ficar em casa.

Clientes, famílias e equipa do CAO tiveram que aprender

a utilizar o Zoom, o Watsap a ligar e a desligar o som…….

Apesar das dificuldades as atividades online aconteceram.

Tivemos sessões de manhã e à tarde.

Com as sessões online conseguimos manter o contacto e

realizar atividades muito diferentes das que estávamos habituados.

Com os computadores e com os telemóveis conseguimos

sair de nossas casas.

Fizemos visitas virtuais, quizzes, vimos filmes, dançamos e cantamos.

Realizamos muitas experiências na companhia uns dos outros.

Quando terminou o confinamento, cada participante teve

que dizer o que achou das sessões online.

Os participantes escolheram uma das seguintes respostas:

  • não gostei,
  • gostei,
  • gostei muito

O resultado foi muito positivo.

A resposta mais escolhida foi  Gostei Muito

Sentimentos de Pandemia

Pedro Silva, cliente do Centro de Atividades Ocupacionais, expressou o que tem sentindo nos últimos tempos. Vale a pena ler esta partilha, tão bonita!

Os meus sentimentos … sinto-me sozinho, sem ninguém.

Fica a cabeça sozinha no meu corpo.

Fica sem mexer e o meu coração a bater e a mente baralhada

 – mas fico a rezar como fazíamos d´antes.

O meu sentimento deste afastamento …. fazem-me falta os miminhos do amor.

No ajuntamento já não me sinto bem. Agora é só com a Joaninha,

as pessoas de apoio e com as psicólogas é que eu me sinto bem.

Sinto o coração sossegado no meu espaço.

No meu silêncio quebra-se o relógio do tempo, não gira o normal.

Só o que vejo são memórias d’antes. Tenho medo.

No início e no depois do confinamento aprendi a angústia de sair,

a ansiedade de ajuntamentos, fico aflito, sem ar.

Sozinho fico na agitação de me lembrar de coisas más.

Depois fico bem, com satisfação nas minhas coisas,

o afastamento entre colegas às vezes é bom,

outras vezes é uma dor afastar os colegas de mim.

Quero na pandemia um sorriso, preciso de estar feliz e contente.

É tempo de máscaras, sinto que não conheço as pessoas,

mas lembro das pessoas antes. Sinto-me bem com a minha máscara,

 traz-me cheiros, sinto o corpo quente.

Tenho ansiedade para ter uma pessoa nova comigo na minha vida.

Para passear e lembrar-me de umas coisas novas, mas não posso.

Ponho o pé no travão aos ajuntamentos. Nada me faz sorrir.

Na desejada CERCICA faz-me lembrar os meus brinquedos,

as pessoas ajudam-me.

Às vezes choro, às vezes sinto uma alegria como se fosse uma criança a brincar num sonho que é confortável.

 Estou a brincar com os meus brinquedos, sozinho.

Já não gosto de ajuntamentos como antes.

Gosto de 3 pessoas em cada sala com um desejo meu.

Pedro Silva escreveu em Janeiro 2021.

A nossa experiência das aulas à distância

Este ano aprendemos de forma diferente.

Aprendemos à distância, numa sala de aula virtual.

Esta experiência está a ser um grande desafio.

Tivemos que adaptar a nossa forma de aprender

para estarmos em segurança.

Aprendemos a mexer melhor no computador e no telemóvel.

Aprender quando estamos em casa é difícil porque há muitas distrações.

Mas quando os professores e os colegas entram na sala de aula virtual

temos que estar concentrados.

Conseguimos ver os colegas e os professores no computador.

Aprendemos a matéria através de vídeos, jogos e exercícios.

Basta fazer um clique.

Alguns colegas acham que esta experiência é divertida e diferente.

Mas outros colegas preferem as aulas presenciais na Cercica.

Gostam mais das aulas presenciais porque o convívio é diferente e a aprendizagem também.

É bom estarmos a ter esta experiência e aprendermos coisas novas!

Formandos da Formação Profissional

Finalistas do curso Tratador – Tratadora de Animais em Cativeiro.

E assim passou o primeiro ano de formação do curso Tratador – Tratadora de Animais em Cativeiro.

Foi um ano diferente de todos os outros.

Um ano sem grandes previsões e certezas mas com uma janela aberta para
outras oportunidades e desafios.

Os formandos do curso Tratador – Tratadora de Animais em Cativeiro
adaptaram-se a uma nova realidade com alguma facilidade.

Com o envolvimento de todos e com a ajuda de cada um foi possível               
realizar actividades nunca antes planeadas!

Aos formandos da Turma 6 C1 um abraço muito forte…
(daqueles que não se podem dar agora!)

Testemunhos dos Finalistas

A.C.
É o curso que eu queria tirar e eu estou a adorar o curso.

G.S.
Gosto de ter formação online mas também gostava de quando ia à CERCICA.
Neste ano de formação gostei de conhecer os colegas.                                    

R.G
Desde que comecei o curso sempre gostei muito de tratar dos animais e de
conhecer os melhores amigos e colegas muito obrigado.

M.A.
É o curso que eu queria tirar, estou a adorar o curso, adorei conhecer os meus
colegas ter contacto com eles e de ter amigos.                                                       
A formadora ensinou-me muitas coisas, também gostei muito e ajudou-me
muito, vai continuar a ajudar-me muito.

V.Q.
Eu gosto muito de estar com meus colegas.  

T.P.
Durante este ano, em que comecei a fazer pela minha vida, foi radicalmente um grande passo.
Pois se hoje tivesse parada em casa eu não tinha a minha autonomia nem conseguia tomar as minhas decisões.                                                             
Acho que a CERCICA não só ajudou me a retirar todos o meus medos e conseguir ser mais adulta, como também ainda hoje me apoiam em tudo, a única coisa que tenho a fazer é seguir em frente obrigada por tudo colegas e formadores.

B.D
Eu estou a gostar de fazer este curso, adorei conhecer os meus colegas, eles
são muito especiais para mim e espero não perder o contacto com eles.
Gostei muito de conhecer a  minha formadora porque não foi só minha
formadora também foi uma grande amiga que me ajudou e muito.