Featured

Rádio CERCICA

foto

noticia

 

Anúncios

Há Mar e Mar, e plásticos a flutuar!

Pictures26.jpg

Hoje decorreu de acordo com o Projecto Eco Escolas, na sala Polivalente, a ação Há Mar e Mar, e plásticos a flutuar!

Esta sessão promovida pela Cascais Ambiente teve como objetivo mostrar o problema do excesso de plástico.

A poluição da água existente em todos o mundo.

E a importância de reciclarmos e de não deitarmos lixo nenhum para o chão.

Pois muitas vezes o lixo acaba no mar!

Testemunho de estágio

Pictures24.jpg

Quando chegamos à Associação fomos recebidos pelo Sr. Carlos, fomos conhecer as instalações os gatis e os canis visitamos o edifício novo entrei em algumas boxes com Sr. Carlos e entrei sozinho mas sempre com autorização do Sr. Carlos.

Para abrir e fechar as box´s é complicado porque é diferente ao que estou habituado para fechar e abrir é só o dedo direito ao pé do trinco.

Lavei uma box mais ou menos com cuidado andei com um cão à trela e limpei bem os comedouros, faltou limpar a lava loiça mas depois limpei não fiquei nervoso.

Não tive medo nem fiquei nervoso quando saí da Associação fiquei contente, fiquei com muita vontade de trabalhar!

Nuno Augusto

logo_optim2

Espectáculo de Dança no Teatro Gil Vicente

Pictures19.jpg

No dia 28 de Janeiro o grupo de dança da Cercica  e da AulapDans – Companhia de Dança Paula Marques realizaram um espectáculo  no teatro Gil Vicente em Cascais.
Felidae resulta do Projeto “Mais Dança em Mim” confinanciado pelo INR entre setembro e dezembro de 2017.

Este projeto permitiu que 8 bailarinos da Cercica tivessem aulas de dança inclusivas na comunidade.

Foi muito giro!

João Pereira

Conferência, convenção sobre os direitos das pessoas com deficiência

Pictures25.jpg

No dia 16 de Janeiro de 2018 um Autorrepresentante da CERCICA e

8 autorrepresentantes da CERCILisboa estiveram presentes no auditório Almeida dos Santos na Assembleia da República.

Participaram numa conferência sobre convenção sobre os direitos das pessoas com deficiência.

E de seguida fizeram uma pergunta difícil que foi porque é que precisamos da convenção sobre os direitos das pessoas com deficiência?

E a resposta foi:

O respeito pela dignidade inerente, autonomia individual, incluindo a liberdade de fazerem as suas próprias escolhas, e independência das pessoas;

b) Não discriminação;

c) Participação e inclusão plena e efetiva na sociedade;

d) O respeito pela diferença e aceitação das pessoas com deficiência como parte da diversidade humana e humanidade;

e) Igualdade de oportunidade;

f) Acessibilidade;

g) Igualdade entre homens e mulheres;

h) Respeito pelas capacidades de desenvolvimento das crianças com deficiência e respeito pelo direito das crianças com deficiência a preservarem as suas identidades

João Pereira

Testemunho de estágio

Pictures20

A primeira coisa que faço é dar comidas aos cães e aos gatos.

Depois vou lavar as box’s dos cães e limpar os parques. Recolho os comedouros todos e lavo-os.

No gatil troco a areia das caixas, coloco a comida e água. Varro e lavo o chão. Depois da higiene das instalações dos animais Vou há lavandaria estender as toalhas e mantas dos animais, também ponho a máquina a lavar. Vejo os lixos e substituiu os sacos caso seja preciso

Quando é necessário ajudo nos tratamentos dos animais e na entrega ao domicílio.

Durante a tarde passeio os cães e brinco com eles, atiro a bola e tiro fotografias para enviarem para os donos.

Estou a gostar desta experiência.

Hugo Cardoso

monte dos vendavais

1º Encontro Nacional da Plataforma Nacional de Autorrepresentantes.

Pictures23

No dia 12 de Dezembro realizou-se o 1º Encontro da Plataforma Nacional

de Autorrepresentantes que decorreu na Associação dos Deficientes das Forças

Armadas em Lisboa.

O tema do Encontro foi “Pensar sobre Um Dia Perfeito!”.

O nosso dia começou com uma dinâmica de grupo em que tivemos que nos

apresentar a todos os participantes, porque vieram Autorrepresentantes de muitas

zonas de Portugal.

Depois, alguns de nós partilhamos as conquistas que fomos feito por participarmos em

grupos de Autorrepresentantes.

O dia terminou com um trabalho de grupo onde construímos vários painéis sobre o

que seria “Um Dia Perfeito” para cada um de nós.

Este Encontro foi muito importante porque participaram cerca de 100

Autorrepresentantes de diferentes zons do país, como por exemplo: Peniche, Faro,

Portalegre, Águeda, Montijo, Lisboa, Cascais e Almodôvar.

Juntos temos mais força!

João Pereira